O que preciso fazer para ser o primeiro no Google?

Por 1 de novembro de 2017 Artigos, Dicas Sem comentários

O que preciso fazer para ser o primeiro no Google?Que o Google é o maior e mais importante dos buscadores, você já sabe. Que você precisa estar lá então, deve ter lido isso algumas centenas de vezes. Mas o que é preciso fazer para ser o primeiro nas buscas do Google? 

É o que vamos explicar para você nesse post que fala de SEO, o Search Engine Optimization. Em bom português, são os procedimentos de otimização para mecanismos de busca.

O que é SEO?

SEO nada mais é do que um conjunto de técnicas de programação, conteúdo, design e, até mesmo, relacionamento, que tornam o seu site mais relevante de acordo com os critérios estabelecidos pelo Google.

É através destes critérios que o buscador define quais são os sites mais relevantes para determinadas buscas e usuários. Isso significa que esses são fatores que determinam em qual posição você fica na busca orgânica do serviço.

Por que é tão importante ser o primeiro nas buscas?

Estar em primeiro lugar nas buscas significa ter uma grande relevância para o Google. Logo, isso significa estar presente entre as primeiras opções para o público-alvo do seu negócio, o que garante credibilidade e, consequentemente, mais acessos e mais negócios.

É por essa razão que a missão de estar em primeiro lugar nas buscas não é fácil. A concorrência é grande e existe todo um mercado voltado para isso, melhorar a qualificação de sites de empresas dos mais diversos setores nas pesquisas do Google.

O que preciso para estar entre os primeiros?

Para entrar na briga e ficar nas primeiras posições, é preciso entender quais são os principais critérios de ranqueamento do google.

Um site bem programado, sem links quebrados, com tags, meta-tags e descrições distribuídas corretamente, com as páginas leves e carregando com velocidade em todos os navegadores é o primeiro passo.

O Google possui rastreadores, os google bots, que entram nos sites e fazem o rastramento de todas as páginas e conteúdos. Eles não sabem ler exatamente o que está escrito, mas reconhecem uma série de códigos e organização de informações, como as descrições, palavras-chave e tags, assim eles levam essa informação para o banco de dados da empresa.

Abastecido com elas, o banco de dados vai fornecer ao usuário as informações que estão em sua memória e que sejam diretamente relacionadas com a busca que foi feita.

Isso significa que, se o seu site possui problemas de programação, links quebrados ou até mesmo uma organização ruim de conteúdo, ele não será registrado da maneira correta pelos bots, perdendo sua relevância para o Google e, consequentemente, para a audiência que você quer alcançar.

Com um site que atende todas as exigências de SEO do Google, chega o momento de partir para outros critérios de relevância.

A produção frequente de conteúdo relevante para sua audiência é um desses critérios. Quando, em seus rastreamentos, os bots percebem que mais conteúdos estão sendo produzidos, eles enviam novos conteúdos para o buscador e apontam que o site está em constante atualização, tornando-se, assim, mais relevante para a audiência.

Mais relevante, seu site passa a ser citado ou linkado por outros sites, que o utilizam como fonte de informação de credibilidade. Esses links são outro critério importantíssimo para melhorar sua posição. Assim, você é visto como fonte relevante e até mesmo autoridade no assunto de que está tratando, ganhando mais acessos orgânicos não só da busca do Google, como também dos outros sites.

Outro critério recente e não menos importante é a adaptação do site a todas as plataformas e resoluções, o chamado site responsivo. Atualmente, há um ranqueamento exclusivo para as buscas feitas em celular. Com o crescimento do acesso via tablets e celulares, um site programado para se adaptar a eles não apenas melhora sua relevância nas buscas do Google, como também otimiza o relacionamento com a audiência, que encontra as informações com mais facilidade e passa mais tempo navegando em seu site. Portanto esse é outro critério importantíssimo para qualificá-lo.

Com uma lista grande de exigências e adaptações, surge a pergunta: vale mesmo a pena estar em primeiro lugar no Google?

Um site bem ranqueado no buscador rende mais acessos orgânicos, dá mais relevância ao seu negócio. Consequentemente, isso faz com que você tenha mais clientes e ganhe mais dinheiro.

No final das contas, todas as adaptações e iniciativas de SEO são um investimento direto em sua empresa, em busca de mais dinheiro e melhor relacionamento com o seu público-alvo, ou seja, o melhor investimento para quem possui um negócio na internet!

Deixe um comentário